O dia 11 de fevereiro é conhecido como Dia Mundial dos Enfermos desde o ano de 1992 quando foi estabelecido por São João Paulo II

e também como a memória da primeira aparição de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira dos enfermos, no ano de 1858 à Santa Bernadete na gruta de Massabielle situada na cidade de Lourdes na França, local muito visitado até hoje por peregrinos. Essa data tão importante nos chama atenção para a assistência necessária aos doentes, principalmente na situação atual do mundo.

Para ressaltar ainda mais essa questão, Regina, a coordenadora da Pastoral da Saúde da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, nos conta um pouco da história e do belíssimo trabalho realizado em nossa cidade pela pastoral que conta com um grupo de voluntários reunidos em prol de um objetivo comum com seus valores e sua função dentro da Igreja.

Como tudo começou

A Pastoral da Saúde foi iniciada na Paróquia Nossa Senhora da Assunção no ano de 1992 pelo padre João Luiz Franco que era pároco na época. Muitas pessoas decidiram se dedicar aos doentes e entrar para a pastoral depois de receberem uma graça, como aconteceu comigo também. Estou na pastoral a mais de 10 anos e atualmente sou coordenadora.

Atividades realizadas pela pastoral

Uma vez no mês é feita uma reunião com todos os agentes no salão paroquial para organizar as atividades.

São feitas visitas aos enfermos nos hospitais da cidade, nas residências e em casas de repouso de idosos, conhecidos que sabemos que estão precisando se for da vontade deles. Durante a visita o grupo chega se apresenta, procura saber um pouco mais da pessoa e principalmente ouvir o que ela tem a dizer com muito carinho e paciência que é o mais importante. As pessoas sempre ficam muito felizes em receber a visita.

Sempre procuramos saber se o enfermo costuma receber a comunhão e se quer se confessar para depois receber a Unção dos Enfermos e também se ele é batizado e caso necessário encaminhamos a pessoa para a Pastoral do Batismo para que ela receba todos os sacramentos. ”

O que é preciso para se tornar um voluntário da pastoral?

Para se tornar um voluntário da pastoral da saúde é preciso que a pessoa tenha os sacramentos, seja compromissada com as atividades, tenha uma caminhada na igreja e a vontade de se doar ao trabalho com os doentes. A partir de 15 anos já é possível entrar para a pastoral. Quem tiver interesse deve entrar em contato pelo telefone (22) 99827-9623.

Atividades da pastoral da saúde no período de pandemia

“Atualmente as visitas estão suspensas desde março de 2020, porque a entrada nos hospitais é restrita apenas a familiares, a maioria dos agentes da pastoral são idosos e é necessário evitar aglomerações. Ainda não estamos fazendo formação online, mas estamos pensando na possibilidade, por enquanto apenas entramos em contato por telefone com as pessoas que costumávamos visitar para dar um apoio e conversar, se Deus quiser depois que a situação se normalizar nós voltaremos com as atividades do jeito que eram antes”.

Durante esse período as pessoas que quiserem fazer algum pedido de oração podem entrar em contato com a pastoral que nós vamos rezar pela pessoa e colocar a intenção nas Missas. – finaliza Regina.

Lembrando a todos que esse ano não haverá a Unção dos Enfermos na igreja como acontece habitualmente no dia dos enfermos. Será celebrada uma Missa na Igreja Matriz Auxiliar onde todos poderão participar e rezar em favor dos doentes.

Por: Raquel Alves

Expediente

Seg a sex  09h às 18h, Sáb 9h às 12h
E-mail: secretaria15pnsa@gmail.com
Tel.: (22) 2643-0082 - 988117023

Bênção do Santíssimo Sacramento

Qui às 18h (antes da Santa Missa), na Matriz Auxiliar

Batismo

Inscrições terça a sexta na secretaria paroquial

Bênçãos de objetos (veículos, casas e outros)

Marcar previamente na Secretaria Paroquial

Matrimônio

Informações e entrega de documentos na Sec. Paroquial com a presença dos noivos